Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/16 às 12h17 - Atualizado em 29/10/18 às 10h37

Criado Grupo de Combate e Repressão às Fraudes Fiscais

 

Foi assinado nesta quinta-feira, 30 de junho, em solenidade realizada no Salão Nobre do Palácio do Buriti, o “Termo de Ação Integrada e Cooperação técnico-operacional” que cria o Grupo de Combate e Repressão às Fraudes Fiscais (GCORF).

O grupo permite a ação conjunta entre a Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), a Secretaria de Fazenda do DF (SEFAZ-DF), a Polícia Civil do DF (PCDF), a Controladoria-Geral do DF (CGDF) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) na recuperação de créditos fiscais e no combate e repressão aos crimes contra a ordem tributária e fraudes conexas.

Durante a solenidade, a Procuradora-Geral do DF, Paola Aires Côrrea Lima, explicou que o foco do grupo é combater preventivamente fraudes cometidas por grandes devedores, ou seja, os contribuintes com débitos acima de R$ 500 mil reais. Para a Procuradora-Geral, a criação do grupo “é o caminho para o trabalho eficiente na recuperação de créditos no Distrito Federal”. Paola Aires também agradeceu a Procuradora-Chefe da Procuradoria Fiscal (PROFIS), Luciana Marques, pelo “trabalho árduo no combate à sonegação fiscal”.

Para o secretário de Fazenda, João Antônio Fleury, a assinatura do termo é um momento histórico para as relações entre o governo e os demais órgãos na repressão aos crimes de fraudes fiscais. Já o Governador do DF, Rodrigo Rollemberg, frisou que “essa parceria pode contribuir para que tenhamos um volume maior de recursos para servir à população do Distrito Federal onde ela mais precisa”.

O termo foi assinado pelo Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg; pelo Procurador-Geral de Justiça do DF e Territórios, Leonardo Bessa; pela Procuradora-Geral do DF, Paola Aires; pelo Controlador-Geral Adjunto do DF, Marcos Tadeu de Andrade; pelo Secretário de Fazenda, João Antônio Fleury; e pelo Diretor-Geral Adjunto da Polícia Civil, Cícero Jairo de Vasconcelos Monteiro.