Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/01/15 às 11h27 - Atualizado em 29/10/18 às 10h40

PGDF ajuiza ação e greve dos médicos é decretada ilegal

 

Como resultado de ação ajuizada pela Procuradoria-Geral do DF (PGDF) na noite desta segunda-feira, 19 de janeiro, o Desembargador Cruz Macedo, do TJDFT, determinou o retorno imediato ao trabalho de 100% dos médicos, a fim que evitar a interrupção do atendimento nas unidades de saúde pública. Caso a ordem judicial não seja cumprida, será aplicada multa diária de R$ 80 mil. A decisão foi tomada em caráter liminar, sendo cabível recurso.

Também foi determinado ao Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico) que seus associados não pratiquem qualquer ato impeditivo do funcionamento dos hospitais e postos de saúde, bem como impeçam a entrada, permanência ou saída do público em geral das unidades de saúde pública.

Paralisação – A greve dos médicos da saúde pública do DF começou na última sexta-feira, 16 de janeiro. Os profissionais exigem a quitação das pendências financeiras até março, mas a proposta do Governo do Distrito Federal é parcelar os benefícios atrasados, como horas extras e 13º salários, até junho.