Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/16 às 12h21 - Atualizado em 29/10/18 às 10h37

Servidor da PGDF foi um dos condutores da Tocha Paralímpica em Brasília

Foto Toninho Tavares Agência Brasilia 3

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

 

A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) foi representada na passagem da Tocha Paralímpica por Brasília. O Servidor do Centro de Cálculos, Execuções e Cumprimento de Sentenças (CECAL) Alan Sousa Marques de Oliveira, jogador de basquete em cadeiras de rodas, foi um dos 17 atletas privilegiados que sentiram a emoção de conduzir a chama nesse quinta-feira, 1º de setembro, no Parque da Cidade.

O servidor conta qual foi o sentimento ao receber a Tocha em suas mãos: “Foi um momento muito especial, muito gratificante. Fiquei imaginando quantas pessoas poderiam ser escolhidas, que também têm um histórico de luta e dedicação no esporte, e que no final eu fui selecionado para ser um dos representantes de Brasília”.

Além do privilégio de conduzir a chama pela Capital, Alan também foi presenteado com a Tocha pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). “Vou guardar com muito carinho, ficará de recordação desse momento para as próximas gerações”, conta. O servidor tem sido tietado pelos colegas da Procuradoria, que aproveitam a ocasião para conhecer a Tocha Paralímpica: “É muito bom dividir esses momentos especiais com quem está tão próximo da gente. Acaba se tornando uma grande família”.

A história do servidor com o esporte começou em meados de 2005. Alan estava na faculdade quando recebeu o convite do atual técnico, Enilson, para participar da equipe de basquete para cadeirantes. De início, recusou o convite pois estudava à noite, no mesmo horário dos treinos. Até que surgiu a oportunidade que faltava.

Em um dos semestres, Alan não tinha aula às quartas-feiras, justamente em dia de treino. Aí não teve jeito. “O técnico me falou que eu não tinha mais justificativas para não conhecer a equipe. Participei de um dos treinos e estou lá até hoje”, relembra Alan. Atualmente o atleta integra a equipe “Candangos”, de Planaltina, e irá disputar o campeonato da 3º divisão do esporte em São Paulo.

O atleta coleciona títulos e experiência importantes no esporte. Já atuou pela seleção brasileira e foi campeão sul-americano na Venezuela, vice-campeão no Parapan Juvenil da Colômbia em 2009 e 7º lugar no mundial realizado na França. Já pela equipe brasiliense, que já foi considerada a 7ª melhor do país, Alan foi vice-campeão da 3º divisão e Campeão da 2ª divisão.

Alan frisa a importância do incentivo ao esporte: “As pessoas deveriam olhar mais para o esporte em todas as modalidades. O esporte junto com a educação abre inúmeras portas. Você acaba tirando as crianças de estarem na rua, de terem algum tipo para a má influência. O esporte te encaminha na vida correta, com princípios”.

Quer saber como foi a passagem da Tocha Paralímpica em Brasília? Confira a galeria de fotos abaixo:

Passagem da Tocha Paralímpica por Brasília – https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/29391451745/in/album-72157672087631140

Fim do percurso da Tocha Paralímpica por Brasília – https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/29359614886/in/album-72157673193301636